AGRICULTURA

Os agricultores da província do Huambo vão beneficiar de mais de três mil toneladas de sementes e fertilizantes subvencionados, de modo a apoiar a campanha agrícola. A informação é do director do Gabinete da Agricultura e Pescas naquela região, Tony Camut

Texto: Patrícia de Oliveira

2022-10-10T07:00:00.0000000Z

2022-10-10T07:00:00.0000000Z

Media Nova

https://mediaquiosque.pressreader.com/article/282394108370926

CONTENTS

Os agricultores da província do Huambo vão beneficiar de mais de três mil toneladas de sementes e fertilizantes subvencionados, de modo a apoiar a campanha agrícola. A informação é do director do Gabinete da Agricultura e Pescas naquela região, Tony Camuti. CTony Camuti referiu que as sementes e os fertilizantes serão entregues aos produtores de todos os municípios da província, sublinhando que o Huambo está no topo, entre as regiões de Angola com potencialidades agrícolas. Segundo o responsável os fertilizantes estão ser convencionados a 35% pelo governo angolano e serão comercializados em regime de crédito para incentivar a agricultura. “O preço dos fertilizantes ronda os 25 mil kwanzas, com a subvenção de 35% passam a ser comercializados a 17 mil kwanzas”, explicou. Durante a campanha agrícola 2021/2022, além da distribuição de inputs agrícolas (sementes, instrumentos de trabalho e fertilizantes), o governo provincial prestou assistência técnica. Dos produtos colhidos constam toneladas de milho, feijão, massambala, gergelim e jinguba. O aumento na produção no sector agrícola resulta dos apoios prestados a 18 mil famílias e as chuvas que caíram com regularidade, o que contribuiu para o êxito das safras de cereais como milho, massango, massambala, feijão, gergelim e soja. O principal entrave continuam a ser as vias de acesso que têm criado constrangimentos ao escoamento da produção do campo para a cidade, apesar das melhorias com os trabalhos que têm sido desenvolvidos pelo Governo, através da Administração Municipal, de terraplenar as principais vias, como as que ligam a sede do município às comunas de Bambi e Bunjei. De recordar que a agricultura familiar no país representa 80 % da produção de alimentos produzidos no campo e consumidos em todo o território nacional. O Governo angolano está apostado no fomento da agricultura familiar, com vista à melhoria das condições de vida dos camponeses, no âmbito do Programa de Combate à Pobreza.

pt-ao