Suélia António é a nova representante de Angola no Miss Universo

Texto : CONSTANTINO EDUARDO, em Benguela Fotos :CEDIDA

2022-08-01T07:00:00.0000000Z

2022-08-01T07:00:00.0000000Z

Media Nova

https://mediaquiosque.pressreader.com/article/282235194491436

BELEZA

Suélia António, miss Angola na Holanda, é a nova representante de Angola no Miss Universo 2022. A gala que a consagrou aconteceu na cidade das Acácias Rubras, na província de Benguela, na noite de sábado, 06, numa noite em que a música e o glamour andaram de mãos dadas. A nova embaixadora da beleza feminina promete desenvolver projectos de inclusão para jovens Agala de eleição, ocorrida numa unidades hoteleiras, à margem direita Benguela/Huambo/Huíla, foi prestigiada pela PrimeiraDama da República, Ana Dias Lourenço, que acompanhou por via online a partir de casa, em Luanda, dos governadores provinciais de Benguela e do Huambo, Luís Nunes e Lotina Nolika, respectivamente, pelo secretário de Estado do Turismo, Hélder Marcelinho, empresários e demais convidados de cada uma das provinciais concorrentes e não só. Os músicos CEF e Nikila de Sousa não fizeram de rogados e puxaram dos galões os seus melhores produtos para delírio do público presente, uma combinação perfeita de beleza e música. Nesta edição, foram introduzidas algumas categorias, designadamente as de miss popular e fitness, ou seja, a mulher com melhor porte físico atlético. Deste modo, a candidata da província do Bié, Aiacer Coimbra, foi escolhida pelos fotógrafos como miss fotogenia; a coroa de miss simpatia recaiu sobre a candidata da província do Moxico, Olímpia João, ao passo que Ariana Dias foi distinguida, de “Mas, o momento mais aguardado pelos presentes era mesmo saber quem iria ser a mulher mais linda de Angola e, como tal, habilitada para representar o país no concurso Miss Universo Angola entre as 24 candidatas, como a que tem o melhor porte físico atlético, numa noite recheada de glamour. Mas, o momento mais aguardado pelos presentes era mesmo saber quem iria ser a mulher mais linda de Angola e, como tal, habilitada para representar o país no concurso Miss Universo Angola. O actor Fredy Costa e a actriz e apresentadora Edusa Tchindekassi, depois de o corpo de júri ter deliberado, anunciaram o nome de Suélia António, candidata proveniente da Holanda, como a preferida do corpo de jurados, composto por produtores musicais, músicos, modelos, entre outros. Suécia António é a nova Miss Universo Angola 2022. Antes, porém, os apresentadores da gala anunciaram que a candidata Mafalda Guilherme, da província do Zaire, ficou em quinto lugar na classificação; a quarta posição foi para Ariana Dias, do Moxico; o título de segunda dama de honor foi arrebatado por Nelma Chissola, do Cuanza-Norte, e a de primeira dama de honor foi entregue à candidata do Bié, Aiacer Coimbra. O público parece não ter gostado do que tinha acabado de ouvir da dupla de apresentadores. A dupla teve, por várias vezes, de acalmar os ânimos do público bastante exaltados, que contestava o anúncio da vencedora. Para o público, tivesse havido justeza por parte do júri entre a candidata do Bié (Aiacer Coimbra) e a do Zaire (Mafalda Guilherme) uma delas arrebateria o título. Entretanto, nada que surpreendesse Leila Lopes, presidente do referido comité, que vê na contestação uma acção normal em concursos daquela natureza, sendo certo, conforme esclareceu, a beleza ser o único elemento determinante para se ser consagrada. Suélia António tem nos jovens a sua prioridade para o seu mandato de um ano. Para o efeito, refere que vai desenvolver acções de inclusão de jovens, por entender ser esta a franja social que carece de uma atenção especial. Uma mão cheia de prémios para Suélia A nova miss Universo Angola 2022, Suélia António, vai levar para casa um carro zero quilómetros e tem direito a um salário de 200 mil kwanzas durante doze meses, uma residência em um dos condomínios de Luanda com renda paga para um ano, já decorada, um curso de mestrado, além de agenciamento do Comité Miss Universo Angola. Suélia António recebeu a coroa de Salete Miguel, que teve o mandato mais longo, de quase três anos, devido a factores associados à pandemia da covid-19, que afectaram o mundo e Angola não foi excepção. ‘Que vencesse apenas a melhor’ O músico Cef, um dos músicos convidados, não tinha uma candidata preferida, para ele apenas que vencesse a melhor. Ou seja, aquela sobre quem recaísse a vontade soberana do corpo de jurados. O músico, que abrilhantou a noite com títulos do seu reportório, diz ter gostado da performance em palco de todas as candidatas, sublinhando ser imperioso que as mulheres incutam a ideia de que, para se ganhar um concurso de miss, não importa só a beleza. Nesta edição que Benguela acolheu se introduziu inovação. Doravante, mulheres que sejam casadas e tenham filhos poderão ser também habilitadas a concorrer ao concurso ‘Miss Universo Angola’. Uma medida aplaudida por vários segmentos sociais. O sociólogo Juca Manjenje refere que se vai inverter cenários de abortos de algumas mulheres que, em muitos casos, voluntariamente, se sujeitavam a abortos, porque as regras não admitiam mulheres com filhos. Sobre a miss consagrada Suélia António é a nova Miss Angola 2022, rumo ao Miss Universe. Aos 24 anos e 1,74 de altura, filha de pai holandês e mãe angolana, Suélia nasceu em Angola. Com 1 ano de idade mudou-se para a Holanda, onde cresceu e construiu a sua carreira. Suélia é cientista social, formada pela Universidade de Ciências Aplicadas de Haia, e mestre em Administração Pública, pelo Instituto Erasmus Universiteit Rotterdam. Apesar de ter mãe angolana, Suélia foi alfabetizada em inglês, daí que, na gala, tenha manifestado muita dificuldade de se comunicar na língua portuguesa, pois fala com fluência o inglês.

pt-ao